Visitar Tétouan (Tetuão), Marrocos – Guia de Viagem

A cidade de Tétouan (Tetuão) localiza-se no norte de Marrocos. Hoje em dia vivem ali quase 400 mil pessoas e apesar de não ser uma referência nos roteiros turísticos em Marrocos é preciso não esquecer que a sua medina é considerada pela UNESCO como Local Património Mundial da Humanidade desde 1997.

História de Tétouan

Tetuão foi fundada nos finais do século XIII, após a criação pelos Marinidas, de um kasbah e de uma mesquita. Por volta de 1400 a localidade foi destruída pelos castelhanos como represália pelos ataques de piratas aqui baseados. Em finais do século XV foi porto de refúgio natural para os refugiados muçulmanos que fugiam da Península Ibérica reconquistada pelos Cristãos. Os anos que se seguiram foram de problemas permanentes: estas gentes recém-chegadas entraram em conflito com as tribos locais e mais tarde, com o apoio dos montanheses do Rif, começaram a atacar as praças-fortes espanholas que retaliaram e destruíram o porto de Tétouan em 1565.

Em 1860 os espanhóis ocuparam temporariamente Tétouan mas depois de serem expulsos, regressaram, e mais tarde a cidade tornou-se de facto a capital do Protectorado Espanhol de Marrocos, o que deixou traços significativos, como a arquitectura em certas partes de Tétouan e a língua espanhola como alternativa ao árabe entre os seus habitantes.

Quando Visitar Tétouan

TETOUAN MARROCOS
TETOUAN MARROCOS

Encontrando-se no interior, Fez pode ter verões cruelmente quentes, devendo uma visita à cidade em Julho e Agosto ser feita apenas por pessoas que se sintam excepcionalmente bem com temperaturas elevadas.

De uma forma geral as melhores épocas do ano para se visitar a cidade serão as que antecedem e se sucedem ao Verão, ou seja, em Abril e Maio e depois em Setembro e Outubro. Mas com sorte apanhará um tempo agradável. Novembro será uma boa opção, com boas probabilidades de apanhar dias adequados para explorar a cidade e sendo o mês do ano em que existem menos turistas por ali.

Tétouan: Guia de Viagem
(clique na sub-página pretendida)