Berberes de Marrocos – O povo original do país

O povo berbere – ou também apelidado de Imazighen ou Amazigh – é tido como um dos povos mais antigos do continente africano.

Berbere do deserto em Marrocos
Berbere do deserto em Marrocos

Segundo reza a história, os berberes viviam em tribos no deserto do Saara, em zonas onde agora estão vários países como é o caso da Argélia, Mauritânia e, claro, Marrocos, entre outros da região do Magreb.

Muitos marroquinos são, claramente, descendentes dos berberes. Diz-se que serão cerca de três quartos dos marroquinos descendentes deste povo.

O facto de o povo berbere se ter adaptado ao rigor climático do deserto, e ao andar de camelo, fez com que se tornassem transportadores. Seguiam as caravanas de mercadores e eram comerciantes de quase tudo. Desde pedras preciosas, a peles, tecidos e até às especiarias.

Vídeo de música berbere marroquina

Actualmente, são um povo que continua a seguir-se por muitas tradições tribais mas que se adaptou aos tempos modernos em várias facetas.

Apesar de a ideia geral dos berberes, ser a de povos nómadas que estão em permanente mudança, a atravessar o deserto com camelos, muitos acabaram por se fixar em terras do interior e vivem da agricultura.

Aquando da expansão islâmica, nos séculos VIII e IX, muitos berberes converteram-se ao Islão, que se tornou a religião de Marrocos.

São três os principais grupos berberes: tuaregues, tamazights e chleuhs. Os chamados berberes dos oásis são os rifains, os kabyles e os chaouias.

Segundo vários estudos, feitos recentemente, não se pode mesmo dizer que existe uma raça berbere, já que esta é uma junção de várias etnias. Estamos a falar de origens que vão até há 30 mil anos, apesar de, no norte de África, “só” se verificar a presença desde há 5 mil anos.

Bandeira Amazigh
Bandeira Amazigh

A língua do povo berbere é das mais difíceis de seguir. É apelidada de Tamazight e inclui 25 línguas diferentes e mais de 300 dialectos, que muda de região para região. Cerca de um terço da população marroquina fala berbere.

São um povo muito resistente e continuam a viver em locais afastados das grandes cidades. A maioria nas montanhas do Médio Atlas, no centro do país, e também no Grande Atlas. Apesar de o estilo de vida ter mudado, mantêm muitas das suas tradições. São, por isso, motivo de interesse turístico também. Muitos viajantes podem ver como vive este povo, quando participam em viagens e excursões ao deserto.

Tiveram de lutar contra todos os que apareciam nesta região. Contra romanos e bizantinos mas, séculos mais tarde, com os árabes, muitos acabaram por sair do território e fixaram-se em alguns países da Europa.

Berberes em Marrocos
Berberes em Marrocos

Outros ficaram e o povo berbere acabou por ser influenciado pela cultura árabe, adoptando a religião e muitos dos costumes.

Os berberes estão presentes na região há mais de 4 mil anos. Mas não foi sempre pacífica a convivência entre este povo e os invasores.

Em 1919, por exemplo, os líderes berberes do Riff atacaram fortalezas espanholas no norte do país e eram bem sucedidos, de forma a terem sido considerados uma ameaça ao poder colonial.

Continuam a ser um povo com raízes fortes mantendo muitas tradições, como a passagem da história oralmente, por exemplo. Os laços tribais e familiares são muito importantes e, por isso, cultivados com a proximidade entre as várias gerações.

Agencia de Viagens em Marrocos