Visitar Asilah Marrocos

A actual Asilah foi moldada pelos portugueses, que conquistaram a cidade em 1471 e a abandonaram em 1549.

ASILAH MARROCOS
ASILAH MARROCOS

Asilah, ou Arzila, é uma pequena cidade costeira localizada a poucos quilómetros a sul de Tânger onde o branco e o azul dominam a paisagem urbana. Aqui se encontra uma pitada de cultura espanhola, que se revela nas tortillas e paellas servidas nos restaurantes da localidade e nas expressões em castelhano que se podem ouvir dos seus habitantes.

Asilah é um local relativamente tranquilo, uma excelente alternativa para fugir ao bulício de Tânger, e os atractivos são muitos, desde o pitoresco porto de abrigo até à medina da localidade. Por outro lado, nos últimos anos Asilah tem-se transformado num fervilhante pólo de cultura, com muitas actividades e eventos a ter lugar na pacata cidade.

História de Asilah

O lugar onde hoje encontramos Asilah foi povoado inicialmente pelos Fenícios e mais tarde ocupado pelos Romanos mas desde então muita coisa sucedeu. A actual Asilah foi moldada pelos portugueses, que conquistaram a cidade em 1471 e a abandonaram em 1549. Após um breve período de controle marroquino, caiu nas mãos dos espanhóis que a perderam em 1692. Entre 1912 e 1956 foi de novo ocupada por Espanha.

ASILAH MARROCOS
ASILAH MARROCOS

Quando Visitar Asilah

Asilah pode ser visitada ao longo de todo o ano, mas convém tomar em consideração que aqui o clima não é muito diferente do que na Europa e que o Inverno também passa por Asilah. Ao contrário do que sucede com as cidades mais interiores, o Verão poderá mesmo ser a melhor altura para visitar Asilah, podendo ou não evitar-se o mês de Agosto, como veremos mais abaixo. Julho e mesmo Setembro é uma óptima altura para vir até Asilah, mas Junho e mesmo Outubro deverão oferecer condições climatéricas ideais e menos visitantes.

Visitar em Agosto terá uma particularidade: é nesse mês que desde 1978 se realiza o prestigiado Festival de Artes de Asilah, que durante todo esse mês enche as vielas da cidade de exposições, workshops, concertos, artistas de rua, pinturas murais… mas atenção, que nessa altura o carácter pacato da cidade é temporariamente perdido e pode ser muito complicado encontrar alojamento.

■ Veja a página: Fotografias de Asilah.

Asilah: Guia de Viagem
(clique na sub-página pretendida)

Agencia de Viagens em Marrocos